Radio Lacan
PODCASTS

Psicanálise da Orientação lacaniana

No dia 15 de abril de 2020, foi realizada a Segunda Atividade Preparatória para o XXIII Encontro Brasileiro do Campo Freudiano. Gilson Iannini, tomou como ponto de partida um retorno a Freud para apresentar o tema do XXIII Encontro Brasileiro do Campo Freudiano. Ele apresentou o texto e o contexto em que Das Unheimliche foi escrito. A pluralidade das traduções para unheimliche expressa um caráter inintraduzível do termo e constitui, em suas palavras, uma "marca da impossibilidade da tradução". Frente a esse "não cessa de não traduzir", foi proposto o termo infamiliar na nova tradução brasileira que, para ele, abriu um novo horizonte para a abordagem do feminino. Sua apresentação reafirma a extimidade da psicanálise em relação à civilização. Sérgio Laia dividiu sua apresentação em três partes. A primeira, chamada "palavra vermelha", utiliza autores e referências literárias para destacar, entre vários aspectos interessantes, a marca da "violência" na transposição de línguas quando no ato de tradução há um esforço para fazer subsistir a literalidade do termo original permaneça e o que resta de inapreensível. Podemos dizer que é o que ocorre com a nova tradução brasileira do termo unheimliche, que expressa e faz subsistir o que há de infamiliar no infamiliar. Na segunda parte, Laia nos convida a acompanhá-lo em sua abordagem à generalização do infamiliar e às particularidades do feminino tendo como referência a foraclusão generalizada para cotejar e separar o infamiliar e o feminino. Finalmente, a terceira parte é um convite para nos surpreendermos com sua abordagem às particularidades do feminino, começando com seu relato frutífero do conto de Hofmann.
Episódio 1
"O Infamiliar Generalizado"
Por Gilson Iannini
33:12 minutos | Áudio em Português | Gravado em 15.04.2020
Episódio 2
"O infamiliar generalizado e as particularidades do feminino"
Por Sergio Laia
27:45 minutos | Áudio em Português | Gravado em 15.04.2020
Episódio 3
Considerações
Por Sérgio de Castro
5:01 minutos | Áudio em Português | Gravado em 15.04.2020
Pierre Naveau